Notícias | Copa Davis
Presidente da FFT: 'Interesse na Davis desapareceu'
17/09/2022 às 11h38

Hamburgo (Alemanha) - Presidente da Federação Francesa de Tênis (FFT), Gilles Moretton deixou claro seu descontentamento com a organização atual da Copa Davis e falou que está longe de ser correta, com pouco interesse dos dirigentes envolvidos com a competição.

“Eu não gostaria de ser aquela pessoa que repete as mesmas coisas como um papagaio o tempo todo, mas você vê que há duelos que não interessam a ninguém e que podemos terminar a semana com confrontos sem nada em jogo”, disse Moretton em entrevista ao L’Equipe.

Além de reclamar sobre a maneira como a organização tem administrado o evento, o presidente da FFT também reclamou dos valores cobrados para se receber a Copa Davis, alegando que se paga muito e não há retorno, sem falar que mesmo as taxas cobradas não são claras.

“Gostaríamos que a França voltasse ao papel de organizador, mas as quantias que nos foram pedidas nem sempre são as mesmas. As regras do jogo não são claras. Nada é claro. Piqué não se importa com tênis, só se importa em encontrar um sistema para o dinheiro entrar”, afirmou o dirigente francês.

“Em três anos, eles perderam muito dinheiro. Quanto ao prêmio em dinheiro oferecido aos jogadores, estamos muito longe dos valores que foram anunciados no início. Além de tudo isso, sinto que o interesse esportivo na competição desapareceu”, lamentou Moretton.

O presidente da FFT cobrou medidas da ITF, que deveria ter o papel de proteger o tênis. “Há uma grande diferença entre cuidar do aspecto de desenvolvimento da prática do tênis e gerenciar certos aspectos do tênis profissional”, observou.

Comentários