Notícias | Dia a dia
'Consegui melhorar e ser mais agressiva', avalia Bia
28/09/2022 às 14h53

Bia venceu a jovem tcheca Linda Noskova em sets diretos nesta quarta-feira

Foto: ETA 2022/Mauri Levandi

Talín (Estônia) - A segunda vitória no WTA 250 de Tallín e a classificação para as quartas de final deram confiança para Beatriz Haddad Maia. Depois de superar a jovem tcheca de 17 anos Linda Noskova nesta quarta-feira, Bia sentiu melhora em comparação com a estreia, diante da chinesa Xinyu Wang, e destacou o fato de ter conseguido ser mais agressiva em quadra.

"Consegui melhorar um pouco de ontem para hoje, e fico feliz por ter avançado em sets diretos. De toda forma, preciso evoluir para poder ter uma boa reta final de ano", disse Bia, após a vitória por 6/1 e 7/5 sobre Noskova, em 1h27 de partida.

"Comecei jogando melhor do que ontem, mais agressiva, e trabalhei muito duro para vencer o primeiro set. No segundo, ela começou a jogar melhor, mas segui focada no meu próprio jogo", acrescenta a paulista de 26 anos, que agora espera pela vencedora da partida entre a tcheca Barbora Krejcikova e a ucraniana Marta Kostyuk.

"Tentei fazer o que eu já faço todos os dias, que é me motivar até o limite, tanto nos treinos quanto nos jogos. E acho que é por isso que estou tendo esses resultados e sendo muito forte nos momentos decisivos", complementou a número 1 do Brasil e 15ª do mundo. Ela é a terceira cabeça de chave do torneio em quadras duras e cobertas.

Bia também teceu elogios à sua jovem adversária das oitavas. Noskova, apesar da pouca idade, é a atual 105ª do ranking e chegou a ocupar o 87º lugar em agosto. A tcheca disputou seus dois primeiros Grand Slam na atual temporada, furando os qualis de Roland Garros e US Open. "Ela é uma ótima jogadora e, com certeza, terá um grande futuro. Tem ótimos golpes, saca bem, e certamente terá grandes momentos no tênis. Desejo o melhor para ela".

Comentários