Notícias | Copa Davis
Humbert comemora estreia e enaltece a Copa Davis
01/02/2023 às 15h37

Tatabanya (Hungria) - Estreante na equipe francesa na Copa Davis, Ugo Humbert comemorou enfim ter a chance de defender seu país na competição, que considera uma das mais importantes do circuito. Em entrevista ao L’Equipe, o destacou a relevância do evento e lembrou que embora ainda não tenha jogado, já defendeu as cores da França em outras oportunidades.

“Obviamente, estou super feliz por ser selecionado pela primeira vez. Eu estava esperando por isso há um tempo. Um ano e meio atrás não pude honrar uma convocação porque estava machucado. De imediato senti-me bem na equipe porque já tive várias experiências com os ‘Blues’ nos Jogos Olímpicos e na ATP Cup”, destacou Humbert.

Atual 86 do mundo, o canhoto francês de 24 anos tenta se recuperar no ranking após os problemas físicos, tendo já alcançado o 25º lugar em junho de 2021, ano em que defendeu a França nos Jogos Olímpicos de Tóquio, onde foi às quartas de final, derrubando Stefanos Tsitsipas nas oitavas, para parar diante do russo Karen Khachanov, que ficou com a prata.

Humbert mostrou grande respeito pela Davis, guardando na memória os duelos que acompanhou. “Quando eu era criança, nunca perdia os finais de semana da Copa Davis. Eu sentava na frente da televisão e torcia para a França. Para mim é uma competição incrível que sempre me fez sonhar”, afirmou o tenista de Metz, que fará sua estreia fora de casa contra a Hungria pela qualificatória mundial.

A atual temporada não começou muito boa para ele, com quedas nas estreias em Adelaide 1, Auckland e no challenger de Ottignies-Louvain-la-Neuve. “Eu estava meio morto. Fui lá porque era a última semana para tentar entrar na chave de Indian Wells. Mas nem tinha jogado na quadra antes de começar a partida”, falou o francês, que conquistou suas duas únicas vitórias no ano no Australian Open.

Comentários